Tempo - Tutiempo.net

Parturiente inicia trabalho de parto na antessala e ressalta bom atendimento

Devido à superlotação da unidade, o trabalho de parto de Izabela Ribeiro Sena da Silva foi iniciado na antessala do setor de acolhimento.

 

O atendimento foi feito incialmente por uma enfermeira da obstetrícia. Alguns instantes depois, o médico chegou ao local. A paciente diz que já chegou com os sintomas e contrações de nascimento, ou seja, em trabalho de parto.

 

“Cheguei às 6 horas da manhã. Fui informada que a unidade estava superlotada, e que eu deveria ser encaminhada para o Clériston Andrade ou Materdei. Mas escolhi ficar, por que confio na qualidade do atendimento do Hospital da Mulher”, completou Izabela.

 

A presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, esclarece que foi feito o acolhimento, dentro das normas preconizadas pelo hospital. “A questão do não atendimento em uma maca se deve à superlotação e o pouco tempo disponível entre a chegada da paciente ao hospital e o período expulsivo do parto”, explicou.

 

Conforme os registros de atendimento, a gestante já chegou ao hospital ás 06 horas em trabalho de parto e teve o bebê ás 06 horas e 13 minutos. “Não houve tempo de fazermos o remanejamento para abrir a vaga”, completa Gilberte.

 

A presidente esclarece ainda que o Hospital da Mulher vem recebendo pacientes, além de Feira de Santana, de mais outras dezenas de cidades, o que gera a superlotação.

 

A responsável pela Fundação Hospitalar ressaltou que a demanda é muito maior do que a capacidade. “E em função disso, tão logo as pacientes recebem alta, mandamos levá-las em casa na ambulância do próprio hospital, para possibilitar mais atendimentos”. Somente na quarta-feira, em menos de 24 horas, 48 gestantes deram entrada no hospital.

Fonte: Redação cljornal com informações da Secom

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS