Tempo - Tutiempo.net

Prefeitura de Feira concretiza projeto não anunciado retomando boxes no shopping popular/por Carlos Lima

Shopping Popular s, sem atenção. sem manutenção e alagado pelas chuvas

Como era esperado, o golpe nos camelos começa a ser concretizado.

O projeto iniciado alguns anos para a retirada dos camelôs do centro da cidade, foi colocado em prática com um cadastramento “viciado”, com manipulação das informações e totalmente desprovido de comprometimento com a realidade da situação de sobrevivência dos envolvidos. Inclusive foi refeito várias vezes, sempre com os mesmos erros.

Teve prosseguimento com a polêmica e suspeita construção do Shopping Popular, ainda inconcluso conforme projeto apresentado e contrato assinado com a empresa parceira da prefeitura. Nunca fiscalizada com seriedade e honestidade.

Mesmo assim o prefeito Colbert Filho utilizando-se de ameaças retirou grande parte dos camelôs das ruas da cidade, no centro comercial, amontoando-os no Shopping Popular.

Diversas manifestações de protestos foram realizadas, denunciando preço do aluguel, falta publicidade, inundações em fortes chuvas, além de muitas outras irregularidades existentes. Muitos não ocuparam os boxes por falta de condições.

Segundo diz o contrato, elaborado sem a presença dos camelôs, o prazo de ocupação finalizou, o poder público invade os boxes não ocupados e vai distribuí-los para outros.

Estes pequenos comerciantes que não tiveram condições de utilizá-los permanentemente, viveram uma experiência desastrosa, não comercializavam nada e a maioria não consegui vender o suficiente nem para comer e muito menos pagar o aluguel.

Vão fazer o que para sobreviver, Colbert Filho afirma que não poderão voltas às ruas, como muitos já fizeram, utilizam carro de mão para circular nas ruas do centro e parando alguns minutos às margens dos meios-fios.

O poder público afirma que irá publicar novo edital para a operacionalização dos pontos comerciais nesta segunda-feira (6).

Segundo o vice-prefeito Fernando de Fabinho (DEM-UB), novos camelôs serão beneficiados pelo certame. Pergunta-se o que será feito daqueles que não conseguiram se estabelecer no Shopping?

 A empresa que administra o Shopping, parceira majoritária em projeto PPP com a prefeitura detém o domínio de alguns boxes privilegiados na estrutura. Mantém a intenção de ampliar o seu domínio, não tem o menor interesse que pequenos camelôs se estabilizem no local.

O golpe aplicado pela prefeitura é de médio prazo, na prática, foi iniciado.

Carlos Lima

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS