Secretarias mobilizadas contra aedes aegypti

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Secretaria de Saúde, Denise Mascarenhas

Por iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde, todos os órgãos públicos municipais em Feira de Santana aderiram, nesta quinta-feira, 4, à mobilização nacional na esfera do SUS, visando a promoção de um faxina nas repartições públicas para acabar com criadouros do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.

Além de desencadear a campanha dentro da estrutura da Secretaria Municipal de Saúde, a secretária Denise Mascarenhas também acionou as demais secretarias municipais, órgãos do município e autarquias para aderirem à mobilização.

Denise Mascarenhas alertou que mesmo sendo realizada uma faxina nesta quinta-feira, seguindo mobilização a nível nacional, a vigilância e combate ao mosquito aedes aegypti deve ser diariamente.

Ela explica que o alerta deve ser permanente e que além de sermos servidores, somos cidadãos e devemos motivar nossos familiares e amigos a adotarem a conduta correta para evitar a proliferação do mosquito.

Na Secretaria de Saúde, uma equipe de funcionários da limpeza foi designada para fiscalizar o prédio diariamente, observando locais onde possa ocorrer acúmulo de água, local propício para a proliferação do mosquito.

Também são recolhidos copos e outros recipientes que venham a ser descartados de forma incorreta.

A chefe do setor de higienização da secretaria, Joselita Matos Ribeiro, observa que o trabalho é continuo e promovido pelo menos duas vezes por dia.

E alertou que o mesmo deve ser feito tanto em repartições públicas quanto em qualquer outro ambiente, a fim de combater o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. (Secom).

No entanto, mesmo sabendo que o exemplo prático é o maior incentivo aos demais servidores, tivemos informações que nenhum secretário colocou a mão na ‘massa’.

Segundo os servidores que telefonaram para a nossa redação os secretários e diretores de departamento não se envolveram com o faxinaço, no máximo, arrumaram suas gavetas.

Pois sim, o  mosquito agradece. (A redação)

OUTRAS NOTÍCIAS