Vandalismo causa prejuízos ao município

O vandalismo e a depredação causam grandes prejuízos ao patrimônio público municipal em Feira de Santana. Um exemplo disso acontece na iluminação pública. Centenas de lâmpadas são substituídas todos os meses, devido à ação de vândalos. Graças ao trabalho eficiente das equipes de manutenção da Prefeitura, a população quase nao percebe o grave problema.

O coordenador do Departamento de Iluminação da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp), José Wilton, explica que a média mensal chega a duas mil lâmpadas substituídas. “O pior é que uma parte expressiva desse total é exatamente por conta da ação de vândalos”, pontua.

Somene na segunda-feira, 6, apenas na rua Intendente Abdon, recentemente entregue à população totalmente pavimentada e iluminada, de um total de 15 postes, sete foram alvo do vandalismo e tiveram as luminárias quebradas. Também foram quebradas as estruturas metálicas que servem de proteção às lâmpadas.

As lâmpadas que sofreram depredação na rua Intendente Abdon já tinham sido trocadas para aumentar a potência de 70 para 150 watts.

A cada lâmpada trocada, se este for o único estrago, o prejuízo é bastante significativo, a depender do tipo usado e de sua potência, sem contar a perda de tempo dos funcionários e deslocamentos para realizar o serviço.

DEMANDA

Em alguns bairros, além do estrago causado por meio de apedrejamento, também foi constatada a utilização de armas de pressão (ar comprimido). Ao invés de solucionar os problemas normais do setor, a Prefeitura tem que consertar o que foi danificado de propósito, prejudicando a qualidade do trabalho desenvolvido pela Sesp, pois a demanda se torna maior.

O secretário municipal Justiniano França pede o apoio da população para ajudar na identificação dos pontos críticos, a fim de que as providências sejam adotadas. “Todos são prejudicados com o vandalismo, principalmente o cidadão que deixa de ter a segurança de uma rua mais iluminada quando chega a noite ou sai de sua casa ao amanhecer”, destaca o secretário.

Fonte: Secom Feira

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS