Tempo - Tutiempo.net

Bolsonarista mata namorada a marteladas e a esquarteja

BOLSONARISTA MATA NAMORADA DE MARTELADA

Alexandre Backes, 33 anos, preso na semana passada por matar e esquartejar a namorada Neomar da Rosa, de 25, era cidadão de bem e bolsominion.

Confessou ter assassinado Neomar com golpes de martelo na cabeça e dividiu seu corpo em várias partes, espalhadas por diferentes cidades vizinhas a Ituporanga (SC), onde ambos moravam.

Neomar e Alexandre se conheceram pelas redes sociais em 2018, enquanto ela vivia em Blumenau e ele em Ituporanga — cidades catarinenses separadas por cerca de 120 quilômetros.

O que a família descobriu apenas após a morte de Neomar é que Alexandre tem duas passagens por violência doméstica — em uma delas, chegou a ameaçar a ex-companheira com um facão.

Quando confessou o crime, na terça-feira (29), o réu disse que ele e a namorada foram juntos a uma festa, até que começaram a discutir e ele decidiu voltar para casa, deixando Neomar no local.

Ainda segundo sua versão, ela teria se envolvido com outro homem durante a festa e voltado para casa com ele — o que teria motivado o crime.

Por meio da assessoria de imprensa da Polícia Civil de Santa Catarina, o delegado responsável pelo caso, Bruno Augusto Reis, disse que está fazendo buscas junto ao Corpo de Bombeiros para encontrar partes do corpo de Neomar que ainda não foram identificadas.

O IGP (Instituto Geral de Perícias) fez a reconstituição do crime na noite de segunda-feira (28) em frente à casa do casal, onde a vítima teria sido morta, e em todo o caminho que Alexandre disse ter percorrido para espalhar o corpo.

O réu confesso foi encaminhado para o Presídio Regional de Rio do Sul na terça-feira (29), onde deve permanecer até o julgamento. Backes foi indiciado por homicídio qualificado com os seguintes agravantes: feminicídio, impossibilidade de defesa da vítima e motivo torpe.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS