Tempo - Tutiempo.net

Empresário ameaçado após anunciar casamento gay morre no dia da cerimônia

Morte em casamento gay

Empresário de 37 anos que recebeu ameaças após anunciar casamento gay na web morre no dia da cerimônia. Dias antes do casamento, sangue foi derramado no salão onde ocorreria a festa

Saulo Rodrigues Lopes, de 37 anos, foi ameaçado de morte após anunciar que se casaria com outro homem em Anápolis (GO). De maneira trágica, o empresário acabou falecendo no dia da cerimônia.

De acordo com o noivo, Saulo teve uma parada cardiorrespiratória após ser internado para tratar da Covid-19.

Rafael Ferreira Luiz, 27 anos, disse que o companheiro teve a doença no início deste mês e ficou com 60% dos pulmões comprometidos. Saulo piorou na última semana e foi internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Saulo e o noivo registraram um boletim de ocorrências no dia 7 de maio deste ano, denunciando que receberam mensagens de um perfil fake, com o nome do casal, dizendo que eles iriam morrer.

“Vocês vão morrer. Vocês são uma vergonha para a cidade. Seus gays nojentos… Isso é falta de porrada na cara”, escreveu o autor, que ainda não foi identificado pela polícia.

Em junho, a loja de produtos importados que pertencia aos dois foi furtada e eles tiveram um prejuízo de cerca de R$ 30 mil. Eles disseram acreditar que o furto foi praticado pelas mesmas pessoas que já os ameaçavam.

Na época, Saulo desabafou: “Causa muito medo. A gente não sabe o que pode chegar a levar isso. Não estamos saindo de casa. Chegamos a pensar em até desistir do casamento, mas vamos lutar e vencer isso”.

Rafael contou que as ameaças pararam após eles denunciarem à polícia, mas recentemente alguém teria derramado sangue pelo salão de festas onde os dois realizariam a cerimônia.

“Os donos do espaço ficaram assustados, mas combinamos que isso não nos abalaria. Então, não denunciamos nem postamos, porque era na semana do casamento”, pontuou.

“Não sei como será a vida”
Após enterrar o noivo em cerimônia com caixão fechado, Rafael disse que não sabe como seguirá sem o companheiro.

“O terno dele está lá em casa ainda, as taças que a gente mandou fazer, tudo lá em casa ainda. Não sei como vai ser minha vida sem ele”, desabafou.

Antes de Saulo ser hospitalizado, eles gravaram um vídeo contando como se conheceram e sobre a felicidade que sentiam antes do casamento.

Casamento gay
O reconhecimento da união estável entre pessoas do mesmo sexo no Brasil como entidade familiar, segundo as mesmas regras e com as mesmas consequências da união estável entre o homem e a mulher, foi permitido pelo Supremo Tribunal Federal, em uma votação por 10 votos 0, no dia 5 de maio de 2011.

Em 14 de maio de 2013, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em uma votação por 14 a 1, aprovou a Resolução n° 175, que veda todos os cartórios do País a recusa de habilitar e celebrar casamentos entre pessoas do mesmo sexo e converter a união estável homoafetiva em casamento.

A decisão foi publicada em 15 de maio e entrou em vigor em 16 de maio de 2013.

 

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS