Tempo - Tutiempo.net

Ex-soldado preso fazia parte de quadrilha que trocou tiros com a Polícia na BR-324

O ex-soldado do Exército Nadson Jorge Silva Alves foi preso na tarde da última quarta (14), em Lauro de Freitas. Ele fazia parte da quadrilha de assalto a bancos que trocou tiros com policiais na noite desta quarta-feira (13) na BR-324. Na ocasião, quatro pessoas terminaram mortas e um policial foi baleado. De acordo com a PM, o acusado era responsável pela manutenção do armamento da quadrilha, além fazer o treinamento dos integrantes do bando. Ele era companheiro da mulher que participou do confronto policial e foi preso em casa e presta depoimento no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco).

Policiais da Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar, do Draco da Polícia Civil, com o apoio do Grupamento Aéreo da PM, realizam incursões com o intuito de capturar os criminosos. Eles tentaram assaltar o banco de Guarajuba.

Houve confronto na BR-324, num matagal na região de Simões Filho onde os bandidos se esconderam e três acabaram mortos. Cães farejadores do Batalhão de Choque da PM estão sendo utilizados nas buscas dos demais integrantes do grupo. Com a quadrilha foram apreendidos explosivos, um fuzil calibre 762, uma submetralhadora, uma pistola, calibre 40, farta munição, além de três veículos. Aproximadamente oito bandidos ainda estão foragidos.

O corpo de Maria de Fátima Ricardo Senna, atingida por um disparo de arma de fogo durante o confronto, será periciado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), que irá esclarecer a causa da morte. As armas apreendidas com os criminosos, bem como as das guarnições policiais envolvidas, também serão analisados pelo DPT.

cljornal com informações de informe baiano

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS