Mãe alertou filho sobre gravidade da Covid-19, ele não acreditou e acabou morrendo

O fato deve servir de alerta, o perigo está presente e é real.

Lamentamos a morte de Antonio Márcio. Poderia não ter acontecido

Antônio Márcio, de 38 anos, morreu no sábado (19) em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT). A mãe dele, Nadir Bueno, acha que a perda poderia ter sido evitada se o filho tivesse levado a pandemia a sério.

A mulher conta que sempre alertava o filho para tomar todos os cuidados de prevenção ao novo coronavírus. “

“Ele não acreditava na Covid-19. Falava que não existia, que era politicagem. Eu falava: ‘não meu filho, não é’, mas ele não acreditava”.

Seguiu às orientações o presidente.

Antônio era motorista de caminhão e tinha problemas no rim, conforme o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

O caminhoneiro era trabalhador, alegre e bom filho, segundo a família, mas ficou cego pelas informações falsas que recebia em grupos de WhatsApp.

São mensagens que desdenham da pandemia e afirmam que o “Brasil não pode parar por causa de uma gripezinha”.

“Quando ele adoeceu, passou muito mal e a gente foi busca-lo em Vilhena (RO). Ele ficou 22 dias no pronto-socorro e no Metropolitano. Mas não resistiu e faleceu”, lembrou emocionada.

Antônio era o único filho de Nadir, que relatou que ainda não superou a dor da perda. Ela fez um alerta para os que continuam menosprezando a doença:

“Você que não acredita e fica andando por aí, colocando a vida dos outros em risco, não faça isso. Fique em casa, se cuida. Isso é muito grave e é dolorido demais para quem fica”. (PP)

Até às 18 horas de domingo (28) o Brasil acumula 57.658 óbitos mortes por coronavírus e 1,2 milhão de casos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o país é o epicentro global da pandemia com 20% dos casos ativos do mundo.

E o presidente será que não se conscientizou que suas declarações e ações contribuíram para a situação que os brasileiros vivem hoje diante dessa pandemia.

Quantas mortes poderiam ter sido evitadas e as medidas recomendadas pudessem ter sido adotadas ao invés dele tripudiar om a pandemia dizendo que era apenas uma gripezinha.

Esse trabalhador que acreditou nele está morto, e agora presidente, o que Sua Ex. tem a dizer. (cljornal).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS