Tempo - Tutiempo.net

Mulher negra resgatada de trabalho análogo à escravidão teme segurar mão de repórter branca na Globo

Escravidão século XXI

Um momento do Bahia Meio Dia, emissora afiliada da Globo em Salvador, comoveu os telespectadores na quarta-feira (27/4).

Durante a exibição de uma reportagem sobre o trabalho escravo na Bahia, Madalena Silva, mulher negra resgatada de trabalho análogo à escravidão confessou à repórter Adriana Oliveira que temia pegar em sua mão por ela ser uma mulher branca.

“Fico com receio de pegar na sua mão branca”, desabafou Madalena.

“Mas por quê? Tem medo de quê?”, indagou a repórter, estendendo as mãos. “Por que ver a sua mão branca.

Eu pego e boto a minha em cima da sua e acho feio isso”, explicou ela.

“Sua mão é linda, sua cor é linda. Olhe para mim, aqui não tem diferença. O tom é diferente, mas você é mulher, eu sou mulher. Os mesmos direitos e o mesmo respeito que todo mundo tem comigo, tem que ter com você”, destacou a jornalista, que ainda deu um abraço em Madalena.

Globo

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS