Tempo - Tutiempo.net

Pedrada pode ter causado a morte de professora de alfabetização

No início da madrugada dessa quinta feira (16), a professora de alfabetização Arlinda Santos Ferreira, 37 anos, conhecida como “Linda”, foi assassinada de forma violenta na cidade de Itabela, no extremo sul da Bahia.

Segundo informações da polícia, a vítima estava no bairro Ubirajara Brito quando foi, possivelmente, agredida com uma pedrada, no entanto nenhum objeto foi encontrado no local. O departamento de polícia técnica está trabalhando no sentido de identicar a causa da morte.

As informações também asseguram que moradores encontraram a professora caída no meio da rua e comunicaram o fato à polícia.

Quando a polícia chegou a vítima ainda estava viva, sendo levada imediatamente ao Hospital Frei Ricardo, e, ao receber os primeiros socorros veio a falecer.

Arlinda Santos Ferreira era professora da Escola Municipal Archimedes Ernesto da Silva. Ela ensinava na turma de alfabetização.

Segundo moradores de Itabela, Arlinda atuava no ramo da educação há muitos anos e era bastante querida por todos.

O delegado Hermano Costa, que está à frente das investigações, aponta que a principal hipótese sobre o crime é que tenha havido motivação passional. De acordo com relato do delegado, a mulher vivia com uma mulher, sua companheira, que está sendo procurada para esclarecimentos. Até por volta das 11h de dessa quinta feira, a mulher não tinha sido localizada em Itabela.

O velório teve início às 13h, na casa do irmão da vítima, no centro da cidade. O enterro está marcado para 17h no Cemitério Municipal.    

Fonte: Redação cljornal com informações do G1 Bahia

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS