Policial federal é morto a tiros durante assalto

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Um policial federal morreu durante assalto na rodoviária de Juazeiro, norte da Bahia, na noite de segunda-feira (29). Segundo o delegado titular da Polícia Federal em Juazeiro, Rodrigo Mota, a vítima foi abordada por três homens que roubaram seu carro, por volta das 21h40.

Durante a ação, Wilson Teixeira Queiroz Netto foi baleado no tórax e morreu no local. Os suspeitos conseguiram fugir e ainda são procurados pela polícia. De acordo com o Centro Integrado de Comunicação (Cicom) da Polícia na cidade, as câmeras de segurança do local flagraram a ação.

O corpo da vítima foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Juazeiro. O policial era lotado na sede da PF de Juazeiro e era natural da cidade de Pilão Arcado, também no norte do estado.

Por meio de notas oficiais, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal emitiram pesar pelo falecimento do policial. Leia, na íntegra, abaixo:

Ministério Público Federal
“Os integrantes do Ministério Público Federal na Bahia expressam profundo pesar pelo falecimento do agente de Polícia Federal Wilson Teixeira de Queiroz Netto, nessa segunda-feira, 29 de fevereiro, em Juazeiro/BA. Em nome do MPF, seus integrantes estendem suas sinceras condolências aos familiares do agente”.

Polícia Federal
“Com profundo pesar, a Polícia Federal informa o falecimento na madrugada de hoje, 1º/3, do Agente Wilson Teixeira de Queiroz Netto. O policial, ao tentar defender uma terceira pessoa de um assalto, foi vitimado após troca de tiros. O policial, natural de Pilão Arcado/BA, tinha 41 anos e ingressou nos quadros da PF em Salvador/BA no ano de 2002. Com passagem pela cidade de Altamira/PA, Wilson estava lotado em Juazeiro/BA desde outubro do ano passado. A Direção Geral se solidariza com familiares, amigos e colegas de trabalho, lamentando profundamente o triste episódio que encerrou a carreira promissora do policial. Fica estipulado luto na instituição pelo prazo de 3 dias”.

Do G1 BA

OUTRAS NOTÍCIAS