Salvador: Ex-policial civil e filho são presos por homicídios

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O ex-policial civil, Domingos Dias Moreira, de 62 anos, e seu filho, Robson Guimarães Moreira, 21, foram presos por investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) que cumpriam mandados de prisão temporária nesta sexta-feira (4). Os dois são suspeitos no envolvimento de pelo menos oito homicídios nos bairros de Fazenda Grande e São Caetano, em Salvador.

 

O delegado Jackson Carvalho, que coordenou a equipe de busca do Grupo de Apreensão e Captura (GRAC/DHPP), disse que pai e filho foram localizados na casa de Domingos, em Fazenda Grande. Os policiais ainda apreenderam duas motocicletas pertencentes a Robson.

 

De acordo com a polícia civil, Domingos e o filho são suspeitos de participação na morte de sete homens, em Fazenda Grande e São Caetano. As vítimas seriam integrantes de uma quadrilha de traficantes que atua naquela região e foram identificadas apenas pelos apelidos de “Boni”, líder do grupo, “Sassá”, “Boneco”, “Rasta”, “Pila”, “Evandro Heider” e Joelson Silva de Jesus, este último executado em novembro de 2010, na Rua Nova Brejal, em São Caetano.

 

Robson serviu à Marinha do Brasil, por um ano, em 2001, e já responde a processos por homicídio e porte ilegal de armas. Domingos foi policial civil por 15 anos, tendo sido expulso da corporação em 1995. Antes, ele havia trabalhado em unidades policiais, como a 5ª Delegacia Territorial (DT/Periperi) e 1ª Delegacia Territorial (DT/Barris). Pai e filho já estão no Sistema Prisional.

Fonte: Redação/ A Tarde

OUTRAS NOTÍCIAS