Bahia ganha 665 médicos para Programa de Saúde da Família

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A Bahia contará, a partir de março, com mais 665 médicos para atuar no Programa de Saúde da Família em 193 municípios, 112 deles apenas para Salvador, que conta atualmente com 14,09% de cobertura do PSF. O estado foi o segundo maior contemplado com adesões no país, que teve, ao todo, 5.376 médicos cadastrados.

 

De acordo com o secretário de Saúde do Estado, Jorge Solla, a seleção, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (19), permitirá à cidade quase dobrar a capacidade de atendimento. “Salvador tem a mais baixa cobertura de PSF entre as capitais do país e o grande obstáculo era conseguir médicos para o programa. Agora, a cobertura vai para quase 27%.

 

É um salto de qualidade muito grande”, salientou o titular da Sesab, em entrevista ao Bahia Notícias, ao ressaltar que o reforço no PSF desafogará os hospitais estaduais. “Grande parte da demanda é de pronto-atendimento, pessoas que poderiam e deveriam ser atendidas pelo PSF. Agora, vai precisar que a prefeitura entre com os demais profissionais para compor as novas equipes e mobilize o funcionamento”, completou.

 

Os profissionais estão inseridos no Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica. Pelo Provab, o Ministério da Saúde contrata um médico, por pelo menos um ano, e oferece uma bolsa de R$ 8 mil pelo cumprimento de 32 horas semanais de atividades práticas nas unidades básicas e 8 horas de atividades acadêmicas semipresenciais. Também é oferecido um curso de especialização em Atenção Básica na Universidade Aberta do SUS (UnA-SUS).

Fonte: Bahia Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS