Coca-Cola pode causar câncer, revela pesquisa

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Pesquisas indicam que algumas substâncias presentes na Coca-Cola podem causar até câncer. Além disso, falhas no processo de fabricação aumentam as chances de provocar danos irreversíveis em quem consumiu a bebida.

 

De acordo com o toxicologista Anthony Wong, foi detectado uma quantidade exagerada do corante caramelo IV, uma substância que dá cor e sabor ao refrigerante. Esse produto em maior quantidade é considerado potencialmente cancerígeno”, afirma.

 

Segundo o especialista, o caramelo IV está relacionado ao câncer de pulmão, esôfago e sangue. A bebida, vendida no Brasil, tem 67 vezes mais quantidade desta substância que a Coca-Cola vendida na Califórnia, nos Estados Unidos.

 

O diretor do Centro pela Ciência de Interesse Público, da Califórnia, Michael Jabocson, explica que o corante deveria ser retirado pela indústria. “A substância representa uma ameaça à saúde pública”, salienta.

 

A indústria Coca-Cola do País informou que o uso do caramelo IV segue critérios definidos pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e que a quantidade utilizada não indica riscos à saúde.

 

Fonte: Redação/ R7

OUTRAS NOTÍCIAS