Feira registra 29 casos de AIDS em janeiro

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Dados do Centro de Referência Municipal DST/HIV/AIDS confirma 29 casos de AIDS no mês de janeiro em Feira de Santana Desse total, 19 pessoas são do sexo masculino.

 

Nos primeiros 30 dias do ano passado foram diagnosticados apenas oito. Aumento de mais de 250%.

A importância do diagnóstico precoce, de acordo com a coordenadora do Centro de Referência Municipal DST/HIV/AIDS Vanessa Sampaio, é antecipar o tratamento para que o paciente tenha uma qualidade de vida melhor.

“Existem pessoas que precisam tomar a medicação durante o acompanhamento, outras não. Quanto mais cedo o paciente tiver acesso ao tratamento ele terá mais chance de ter uma vida melhor”, destaca.

A coordenadora informa ainda que o município oferece aos pacientes o tratamento completo preconizado pelo Ministério da Saúde, com a administração de antiretrovirais, medicações contra as infecções oportunistas (que acometem os pacientes que já desenvolveram a doença) e também para todos os tipos de doenças sexualmente transmissíveis.

“O Centro de Referência desenvolve ações de prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos casos. Funcionamos através das unidades de DST/IST, Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), Serviço de Assistência Especializado (SAE), laboratório, Serviço de Assistência Farmacêutica, Psicológica, Assistência Social e Fisioterapia. Os usuários cadastrados recebem periodicamente o preservativo masculino e feminino como incentivo à prevenção”, informa.

Vanessa Sampaio adianta que o município vem fazendo periodicamente campanhas educativas para que as pessoas possam conhecer o seu estado sorológico. “Existem pessoas que são portadoras do HIV e desconhecem. A campanha “Fique Sabendo” que estamos fazendo desde o final do ano passado visa estimular a realização do teste precoce”, pontua.

Fonte: Redação / Secom

OUTRAS NOTÍCIAS