Tempo - Tutiempo.net

Hospitais de 16 cidades baianas estão com 100% de ocupação de leitos de UTI para Covid-19

Dezesseis cidades baianas estão com 100% de ocupação de leitos de UTI para Covid-19

Hospitais de 16 cidades baianas estão com 100% de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19.

Confira as 16 cidades com hospitais com leitos de UTI para Covid-19 lotados:

Alagoinhas
Barreira
Caetité
Camaçari
Eunápolis
Feira de Santana
Guanambi
Ilhéus
Itaberaba
Itabuna
Jequié
Juazeiro
Paulo Afonso
Santo Antônio de Jesus
Seabra
Vitória da Conquista

Um deles é o Hospital de Campanha de Feira de Santana,  que operava há quase dois meses no limite da ocupação, atingiu a totalidade de vagas de UTI Covid-19, nesta terça-feira (18).

“Nossa UTI, que tem 18 leitos, vem nos últimos 80 dias quase que lotada o tempo inteiro. Provavelmente, nesses 80 dias, entre sete e 10 dias, ela esteve com lotação máxima”, disse o diretor do Hospital de Campanha, Francisco Motta.

Apenas os municípios da região Centro-Norte não enfrentam o problema de ocupação total dos leitos de UTI. Na noite da última sexta-feira (14), o governo da Bahia anunciou o funcionamento apenas de serviços essenciais em 36 cidades da região oeste, a partir de sábado (15). Ficou determinada também a restrição de locomoção noturna das 20h às 5h.

No ano passado, ainda no início da pandemia, a curva de casos ativos, entre abril e maio, estava em crescimento. Em 1° de abril eram 244 casos, no dia 15 subiu para 638 e seguiu avançando. No Dia das Mães, em 10 de maio, eram 3.965. Uma semana depois, no dia 17, o número aumentou para 5.949.

Neste ano, o número permanece estabilizado, mas em um nível muito mais elevado. No dia 1° de abril eram 16.558 casos, no dia 15 caiu para 16.139. No dia 10 de maio, eram 16.094 e uma semana depois, no dia 17, o número aumentou para 16.239.
Paulo Afonso

Na Unidade de Pronto Atendimento Covid, de Paulo Afonso, todas as vagas de UTI, Semi-uti e triagem estão ocupadas, assim como no Hospital Municipal. No Hospital Nair Alves, dos 12 leitos de UTI, somente um está livre.

Entre fevereiro e maio, o número de pessoas infectadas pelo coronavírus teve aumento de 130% na cidade. O número de óbitos também cresceu 122%. Paulo Afonso é o município do norte baiano com maior número de casos ativos da doença.

Por causa desse cenário e também pelas dificuldades enfrentadas pelas unidades de saúde, o secretário de saúde do município, Adonei Junior, fez um desabafo que viralizou nas redes sociais, no último fim de semana. “Foi um pedido de apoio, porque nem só de leitos se faz uma unidade. Se faz com equipamentos de proteção individual, se faz com material de limpeza, e tudo isso está escasso”.
Impacto na capital

A lotação nos hospitais das cidades do interior da Bahia tem reflexo nas unidades médicas de Salvador. Os pacientes são transferidos para a capital baiana, que registra taxa de ocupação de leitos em UTI em 83%.

“A capital e a região metropolitana, incluindo o nosso Hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas, são os maiores municípios que temos leitos instalado no estado da Bahia. Eles funcionam como válvulas de escape para os hospitais dessas regiões”, explicou o secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

O secretário de saúde de Salvador, Léo Prates, revelou que o número de pessoas que esperam por leitos voltou a crescer. Nessa semana, 92 pessoas foram reguladas.

A Prefeitura de Salvador informou em nota, que vem avaliando todo o cenário da Covid-19 na cidade, lembrando que, quando o decreto atual entrou em vigor, a capital baiana registrava 73% de ocupação de leitos de UTI. Nesta terça, seis dias depois, essa taxa está em 83%.

Segundo o órgão municipal, as equipes da prefeitura seguem monitorando diariamente critérios como a taxa de ocupação, fator RT (transmissão), novos casos e casos ativos e, se necessário, o prefeito Bruno Reis pode reavaliar as decisões tomadas ao acionar parcialmente a fase amarela, a exemplo dos horários de funcionamento das atividades consideradas não essenciais e da realização das aulas semi-presenciais.

TV Bahia

 

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS