Hospital da Mulher está superlotado

Em decorrência da falta de atendimento nas maternidades de outras unidades de saúde, o Hospital da Mulher superou a sua capacidade máxima para atender parturientes, na tarde desta quinta-feira (23) com o atendimento de 80 mulheres, das quais, 50% permanecem internadas.

 

A informação é da diretora-presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas, ao enfatizar que por questões éticas e técnicas, torna-se inviável para a unidade de saúde continuar prestando o atendimento, vez que o Hospital da Mulher se encontra com 120% da sua capacidade instalada completamente ocupada, enquanto 20 pacientes aguardavam para ser avaliadas nos corredores.

 

De acordo com Gilberte, “a equipe médica está completa, não falta material para o atendimento, mas não temos vagas, porque além do fechamento das outras unidades de saúde que atendem à cidade, o Hospital da Mulher está pactuado com mais 28 municípios da região e as ambulâncias não param de chegar”, lamentou.

Fonte: Secom

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS