Idade máxima para doação de sangue é ampliada para 69 anos

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

 

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou nesta terça-feira (12) a ampliação da idade máxima de doação de sangue para 69 anos. Atualmente, a faixa etária para doação é de 16 a 67 anos.O ministro assinou, também, a portaria que torna obrigatória a realização do Teste de Ácido Nucleico (NAT) em todas as bolsas de sangue coletadas pelos bancos de sangue públicos e privados do país. A realização do teste NAT permite maior rapidez na identificação de vírus como o HIV e o da hepatite C no sangue de doadores.

 

Hoje são coletadas no Brasil 3,6 milhões de bolsas por ano, o que corresponde ao índice de 1,8% do parâmetro estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O ministro destacou que o objetivo do governo é atingir o parâmetro de 3% de bolsas coletadas ao ano.

 

Com as idades mínima e máxima para doação ampliadas, 8,7 milhões novos voluntários poderão contribuir para manter os bancos de sangue. Países como os Estados Unidos, a França e a Espanha já trabalham com a faixa etária de até 69 anos.

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) será responsável pela fiscalização das redes.

Fonte: Redação / Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS