Menopausa é culpa dos homens, sugerem especalistas

Especialistas em evolução genética da McMaster University, no Canadá, dizem que a tendência dos homens em escolher parceiras mais jovens fez com que a fertilidade de mulheres perdesse sua necessidade. Em artigo publicado na revista científica PLOS Computational Biology, eles afirmam que essa tendência eventualmente acabou criando a menopausa.
Um especialista britânico, entretanto, ressalta que essa preferência masculina por parceiras mais jovens pode ter surgido exatamente porque as mulheres mais velhas não eram mais férteis.
Segundo a teoria, o fato de não serem escolhidas como parceiras fez com as mulheres mais velhas passassem a ficar inférteis, iniciando assim o processo da menopausa. Utilizando métodos de simulação por computador, o time da McMaster University concluiu que a preferência masculina pelas jovens estaria por trás do surgimento da menopausa.
Para Rama Singh, geneticista evolutivo que liderou a pesquisa, “existe evidência na história da humanidade de que sempre existiu uma preferência por mulheres jovens”. Singh enfatizou que sua equipe levou em conta o desenvolvimento humano há milhares de anos, em vez de se focar apenas em traços sociais atuais.
Entretanto, Maxwell Burton-Chellew, biólogo evolutivo do Departamento de Zoologia da Universidade de Oxford, rebateu essa teoria.
“Os autores (do estudo canadense) argumentam que a menopausa existe por causa da preferência dos homens por parceiras mais jovens. Entretanto, isso é provavelmente o contrário: a preferência dos machos por fêmeas mais jovens acontece, possivelmente, porque as mais velhas são menos férteis”, explica.
“Eu acredito que faz mais sentido ver essa preferência dos machos por fêmeas mais jovens provavelmente como resposta evolutiva à menopausa. Podemos, assim, assumir que os nossos ancestrais do sexo masculino foram inteligentes em copular com mulheres jovens que pudessem produzir filhos”.
Ele ainda adiciona: “evolutivamente falando, fêmeas mais velhas enfrentaram uma ‘decisão’ interessante: ter um filho que poderia não alcançar a idade adulta antes da sua morte ou parar de reproduzir e passar a se focar na ajuda a mulheres da família que pudessem reproduzir”.

Fonte: Redação

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS