Pesquisa mostra relação entre obesidade e pé chato

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Uma pesquisa feita para a tese de doutorado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) mostrou que a obesidade tem relação direta com a planificação do pé – formação conhecida popularmente como pé chato.

 

O levantamento foi feito com 81 pacientes classificados como obesos graves ou super obesos e verificou-se na análise do raio X que 100% dos indivíduos tinham pé plano ou seja, “quanto maior o grau de obesidade na nossa população, maior o grau de planificação do pé “, explica a fisioterapeuta Sonia Maria Fabris Luiz, autora da tese de doutorado Impacto de Dois Níveis de Obesidade Grave sobre as Alterações Osteoarticulares e Funcionais de Joelho e Pé .

 

A pesquisa aplicou questionários nos pacientes para conhecer detalhes sobre os sintomas referentes ao joelho e aos pés. O levantamento indicou que a maioria deles sofria de dores no pé e nas articulações do joelho, o que afetava a capacidade de fazer atividades da vida diária, como subir e descer escadas, calçar sapatos ou fazer caminhada em lugares planos.

 

A pesquisa identificou também que 81,5% dos indivíduos analisados tinham algum grau de ostioartrite – doença degenerativa das articulações. No entanto, não foi possível estabelecer uma relação entre a obesidade e a doença.

Fonte: Redação / Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS