Por que as mulheres ainda fingem orgasmo?

 

Apesar de todas as conquistas femininas na esfera sexual, muitas mulheres ainda fingem prazer. Fazer de conta que chegou ao orgasmo para que o sexo termine logo ou para satisfazer o parceiro é uma atitude comum.

“Muitas vezes, a mulher finge para agradar o homem, para mostrar que ele foi o protagonista da relação. Em alguns casos, ela prefere fingir a falar que não tem desejo pelo parceiro ou que não gosta de sua performance”, diz a ginecologista Tânia das Graças Mauadie Santana, coordenadora do Cresex (Centro de Referência e Especialização em Sexologia) do Hospital Pérola Byington, em São Paulo (SP).

Um estudo feito pela Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, apontou que 68% das mulheres já simularam o clímax. A pressão para chegar ao orgasmo logo, já que o do parceiro era iminente, e o desejo de não ferir os sentimentos do outro foram as razões mais citadas pelas entrevistadas.

 

O vice-presidente da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Rio de Janeiro, Hugo Miyahira, também membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana, afirma que a situação não representa necessariamente um problema, depende dos anseios de cada mulher ou casal.”Na fase mais madura, o que importa na relação é a gratificação, independentemente se existe orgasmo ou não”.

Fingir prazer também pode ser uma maneira de manter o interesse do outro e a harmonia na relação. “A mulher brasileira tem mais desejo em ser desejada do que em exercer o próprio desejo.

 

Às vezes, se ela não está com tanto tesão, é mais fácil fingir que gozou do que arriscar perder algo que considera mais importante do que gozar”, diz a antropóloga e professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) Mirian Goldenberg.

Fonte: Redação / Yannik D´Elboux

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS