Projeto de lei incentiva doação de órgãos na rede estadual de ensino

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Incentivar na rede pública estadual de ensino (escolas e universidades) a doação de órgãos e tecidos para transplantes. Tema de projeto de lei em tramitação na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o assunto foi discutido na terça-feira (24), em audiência pública, na Comissão de Saúde e Saneamento do Poder Legislativo Estadual, com a participação de parlamentares e representes de órgãos públicos e da iniciativa privada.

 

A iniciativa tem apoio da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), por meio da coordenação da Central Estadual de Transplante (Coset). A intenção é realizar, sempre na última semana de setembro, ações educativas, conscientização e incentivo à doação de órgãos, simultaneamente, nos estabelecimentos de ensino do estado, entidades de classe e nos diferentes órgãos do poder público.

 

Durante a audiência, o coordenador da Coset, Eraldo Moura explicou como funciona o Sistema Nacional de Transplante e apresentou dados relacionados aos transplantes de órgãos e tecidos na Bahia e no Brasil. Segundo afirmou, a Bahia é o estado que mais avançou no número de transplantes no ano passado.

 

“É importante frisarmos que, quando a sociedade doa, quem recebe a doação é a própria sociedade”, reiterou Moura. Ele enfatizou, porém, que apesar do avanço, o índice de negativa familiar no estado, em 2012, foi de 69,32%, o equivalente a 174 famílias, e que o percentual baiano está acima da média nacional.

 

Fonte: Agecom

OUTRAS NOTÍCIAS