Tempo - Tutiempo.net

REPETECO: Transou sem camisinha? Ainda há o que fazer para evitar a AIDS

Em até 72 horas é possível tomar medidas para que o vírus do HIV não se aloje no organismo

Ainda é tempo

Por desinformação, muita gente não toma nenhuma atitude após ter relações sexuais desprotegidas, sem camisinha. “Quando isso aconteceu, eu apenas rezei, torci para que não tivesse contraído o HIV”, disse um jornalista que preferiu não se identificar.

A Profilaxia Pós Exposição, ou simplesmente PEP deve ser adotada por toda pessoa que esteve numa situação de risco de contaminação e deve estar disponível a todo brasileiro na rede pública de saúde.

A PEP deve ser feita por 28 dias pela pessoa que passou pela situação do sexo desprotegido

O jornalista Luciano Olivieri conversou com a infectologista e pesquisadora da Fiocruz, Brenda Hoagland.

Ela explicou como a profilaxia deve ser realizada por uma pessoa que não tomou os cuidados necessários numa relação sexual.

“Quando a gente tem uma relação de risco, a gente tem até três dias depois dessa relação para buscar uma prevenção com medicamentos contra o HIV. Essa prevenção se chama PEP e está disponível nos serviços de saúde. Uma pessoa que teve uma relação desprotegida deve procurar um posto de saúde em busca da PEP. Ela vai ser testada e vai tomar a medicação por 28 dias”, esclareceu a infectologista.

A infectologista esclarece ainda que, se passada as 72 horas, a pessoa que ficou em situação de risco não deve deixar o posto de saúde para fazer o teste Anti-HIV e de outras DSTs. Ela orienta que uma DST não tratada torna-se porta de entrada para o vírus da AIDS.

Mas não se esqueça. Use sempre camisinha!

Nada substitui o preservativo para a prevenção da AIDS.

Luciano Olivieri/Brenda Hoagland

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS