Secretaria de Saúde e SINDIMED debatem SAMU em Feira de Santana.

A secretária Municipal de Saúde Denise Mascarenhas se reuniu na tarde da última terça-feira (28), com representantes de entidades médicas de Feira de Santana, incluindo o SINDIMED (Sindicato dos Médicos) para discutir Melhorias para o SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Entre as questões debatidas, a que mais se destacou foi a reivindicação salarial dos médicos.

Participaram do encontro José Luis Araújo, coordenador médico do SAMU, Francisco Magalhães – Presidente do SINDMED, Aderbal Francisco D’Aguiar – delegado do Cremeb, Auzenete Duarte – do Sindsaúde e Roberto Andrade – diretor sindical e médico do SAMU.

Os médicos que prestam serviço ao programa alegam não receber reajuste salarial há mais de 2 anos. Em contrapartida, a coordenadora técnica do SAMU, Maiza Macedo, apresentou um levantamento realizado recentemente pela Secretaria de Saúde em várias cidades do estado, incluindo a capital, para mostrar que os médicos do SAMU em Feira de Santana já recebem uma remuneração maior da que é pago nas cidades pesquisadas.

A secretária Denise Mascarenhas afirmou também que em nenhum momento houve intransigência por parte do município em negociar com os profissionais. Explicou que não só no SAMU, mas em todas as unidades de saúde, a Prefeitura tem buscado dia a dia melhorar a estrutura física e oferecer boas condições de trabalho e de acesso aos usuários.

O SAMU é um serviço administrado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, tem parceria com o Ministério da Saúde. O serviço pode ser acionado pelo telefone 192 e atende a três objetivos: atendimento a urgências e emergências médicas de qualquer natureza (tanto clínicas como traumáticas), a regulação do sistema de vagas de urgência e emergência em hospitais secundários e terciários por uma central 24h e educação em urgência e emergência.

Fonte: Redação com informações da SECOM/ Foto: SECOM

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS