Tempo - Tutiempo.net

Sesab realiza mais de 2 mil testes de ISTs no primeiro fim de semana do São João da Bahia

TESTES DSE ISTS

O São João na Bahia encerrou seu primeiro fim de semana de muita festa na noite do último sábado (15), no Parque de Exposições, em Salvador. Se muitos gostam da tradição de ir para os municípios do interior nos festejos juninos, tem gente que fez o caminho contrário.

O casal formado pela professora Rita Abreu, 69 anos, e o advogado Aldo Rocha, 67, saiu da Ilha de Itaparica para curtir a folia junina na capital e aproveitou para passar no estande de testagem de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) montado, pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), no Parque.

“Vim fazer o teste e vou esperar o resultado porque é de grande utilidade. Meu marido também vai fazer e ainda vou levar preservativos pros meus filhinhos, levar lubrificante. Estou amando, fui muito bem atendida”, afirmou.

Já o agente de trânsito Isaac Vinhas, 42, levou a esposa e o filho adolescente para o estande.

“Acho boa a testagem para levantar a quantidade de pessoas que são ou não infectadas por esses vírus e é interessante para que tenha uma informação maior da população. Já fiz o teste de outra vez e trouxe meu filho para fazer o dele pela primeira vez”, contou.

Nos três primeiros dias de festa, foram realizados 2.046 testes rápidos para a detecção de HIV, Sífilis e Hepatites B e C. Do total de exames, 34 foram positivos para sífilis, 5 para HIV e 2 para Hepatite C. Não foram registrados casos positivos de Hepatite B.

“A testagem é importante para contermos a propagação das ISTs e para que as pessoas possam iniciar o tratamento o mais cedo possível. Sabemos que, na maioria das vezes, ver um resultado positivo é uma notícia complicada de se receber e, por isso, temos uma equipe multiprofissional capacitada para acolher os pacientes e instruí-los sobre os passos seguintes que devem tomar”, explica a secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana.

Durante toda a noite de sábado, profissionais da Sesab abordaram o público dos shows convidando para que pudessem fazer a testagem. “Esse trabalho de explicação, orientação e de convencer as pessoas da importância de realizar os exames é bastante cuidadoso e fundamental”, diz Eleuzina Falcão, coordenadora de Doenças e Agravos Transmissíveis da Sesab.

Em parceria com a Superintendência de Fomento ao Turismo (Sufotur), foram distribuídos mais de 100 mil preservativos em ações do lado de fora do Parque de Exposições e também durante os shows. Essas iniciativas fazem parte das ações da pasta durante os festejos juninos, que representam um investimento de cerca de R$ 4,5 milhões.

Histórico

Este é o segundo ano em que a estratégia de testagem de ISTs está sendo realizada durante os festejos de São João. Em 2023, foram realizados 14.548 testes rápidos nas sete cidades onde os estandes foram montados.

Deste total, 27 foram positivos para HIV, 3 para Hepatite B, 7 para Hepatite C e para Sífilis foram 201 testes reagentes.

As pessoas que testaram positivo para Sífilis, tiveram a oportunidade de já iniciar o tratamento no próprio estande, uma estratégia iniciada nas ações de prevenção de ISTs no Carnaval e que, agora, está presente no São João também.

Aqueles que preferiram iniciar o tratamento posteriormente, já saíram do estande com encaminhamento.

No interior do estado, os postos de testagem começam a funcionar na próxima semana. Nas cidades de Amargosa, Irecê e Santo Antônio de Jesus, os testes poderão ser feitos de 19 a 24 de junho.

Em Senhor do Bonfim, o estande atenderá de 19 a 23 de junho, enquanto que, em Ibicuí, será de 20 a 24 de junho e, em Cachoeira, de 21 a 25 de junho. Em Salvador, o posto montado no Parque de Exposições funcionará ainda de 21 a 24 de junho e de 28 de junho a 2 de julho.

Posto de emergência

A Secretaria da Saúde do Estado também montou, no Parque de Exposições, um posto para atender as emergências que, por ventura, ocorram durante as festas. Ao todo, foram realizados 116 atendimentos nesses três primeiros dias de São João da Bahia no Parque de Exposições, sendo 43 na quinta-feira (13), 35 na sexta-feira (14) e 38 no sábado.

A principal causa de atendimentos foi cefaleia. Oito pacientes necessitaram de transferência para unidades de saúde. Neste ano, a novidade na assistência, realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, foi o atendimento de saúde mental.

Sesab

OUTRAS NOTÍCIAS