Sexo pode aliviar enxaqueca e dor de cabeça comum

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Um estudo publicado por pesquisadores do departamento de neurologia da Universidade de Münster, na Alemanha, mostrou que o sexo pode ajudar a aliviar o problema das crises de enxaqueca como também combater dores de cabeça pontuais.

A pesquisa, assinada por Anke Hambach, foi publicada na última edição da revista Cephalalgia, da International Headache Society e foi feita com 800 pacientes que fazem tratamento contra enxaqueca e outros 200 que procuraram ajuda médica para tratar de dores de cabeça pontuais.

As respostas revelaram que um em cada três pacientes havia tido uma experiência sexual durante crises de dor de cabeça. O sexo trouxe mais benefícios nos casos de crises de enxaqueca.

“A relação entre atividade sexual e dor de cabeça se dá de formas diferentes. O sexo pode desencadear o problema, alterar os sintomas já existentes, mas também pode acabar com eles”, diz a pesquisa.

 

Os números deixam essa situação clara. Quem sofre ataques agudos de cefaleia encontrou menos benefício no sexo. Apenas um terço dos entrevistados teve qualquer tipo de experiência sexual e, destes, só 37% relataram algum alívio.

O professor Stefan Evers, que acompanhou o desenvolvimento da pesquisa, acredita que o quadro está ligado à intensidade dos ataques de dor.

 

Quando o problema é enxaqueca, que geralmente persiste por mais tempo, os números apontaram resultados bem mais animadores no uso dessa terapia pouco ortodoxa. Entre os entrevistados, 60% revelaram um alívio da enxaqueca depois do sexo, e apenas 33% alegaram sentir mais dor.

 

A explicação apresentada pelos pesquisadores é simples: sexo pode desviar o foco da dor e, além disso, libera endorfina. A pesquisa mostra que o alivio foi sentido por 43% dos pacientes imediatamente após o orgasmo ou no momento de maior excitação.

Para 17%, o poder analgésico do sexo foi experimentado exatamente no momento do orgasmo.

 

Embora a pesquisa seja recente, os questionários mostraram que muitos homens já conheciam o benefício e 36,4% já haviam usado sexo como forma terapêutica para aliviar a dor de cabeça.

As mulheres ficaram atrás: apenas 13,7% disseram já ter usado o sexo como recurso. Os homens também apontaram o método natural como mais eficaz: para 73,3% dos entrevistados, funciona. Entre as mulheres, 58% sentiram menos dor após o sexo.

 

Além da vantagem comprovada pela ciência, os pesquisadores descobriram ainda que não importa a posição ou o tipo de sexo, ou se ele é feito sozinho ou acompanhado. A pesquisa afirma que o benefício é o mesmo.

Fonte: Redação / Salutre

OUTRAS NOTÍCIAS