Tempo - Tutiempo.net

Suposta namorada de Pazuello, Laura Appi, nomeada por ele, é exonerada de cargo na pasta da Saúde

O moralismo desmoralizado

O governo federal exonerou a médica infectologista Laura Tiriba Appi do cargo de diretora de Programa da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, com data retroativa a 12 de agosto.

A exoneração foi publicada nesta segunda-feira (16) em edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU), em portaria assinada pela Casa Civil da Presidência.

Oficial do Exército em Manaus, Laura Appi foi nomeada na gestão do então ministro Eduardo Pazuello.

Em junho deste ano, o jornal O Globo noticiou que a ex-mulher de Pazuello, Andrea Barbosa, queria depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid para falar de Laura, suposta namorada do general.

Segundo informou o site Poder 360, Laura acionou nesta terça a Justiça do Distrito Federal contra Andrea Barbosa, que agora tem 48 horas para se manifestar sobre a interpelação judicial movida pela ex-servidora da Saúde.

Estadão

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS