Tempo - Tutiempo.net

poesia

mm

Quase Feliz

Quase Feliz Eu sou quase feliz Neste momento Porque adormeci as amarguras, Sinto no programa Isto foi Sucesso Os afagos das manhãs de domingo Eu

mm

Prima

    Prima É isso prima. Vivemos nossas dores. Vencemos e perdemos. A força se contrói das fraquezas. Nossos erros alicerçam o EU. Os momentos

mm

Inevitável adeus

Inevitável adeus Sem trama tramada Tao pouco inventada A flor bela de vicosa Murcha e machuca Machucada a vida finda Lábios não mais sussurram Na

mm

Mamãe

Mamãe Estou pensando em minha mãe. Na minha saudade. Na falta que faz. No amor. No cuidado. Na dedicação. Na proteção que jamais encontrarei. Minha

mm

AMOR INDELÉVEL

    Amor indelével O que será que sempre ilude Razão ou realidade Talvez o destino zombador Não jogue o medo na negra luz O

mm

Bambúrrio

        Bambúrrio Felicidade são momentos inesperados Não prolongados Independe de outras situações Simplesmente acontece O resto são fantasias motivacionais   Carlos Lima

mm

Sol e sal da vida ausente

  Sol e sal da vida ausente   O sal da vida me banha No mar de Boa Viagem Entre minas e demolições Somos moldados

mm

Ausência de melodia

    Ausência de melodia Não devemos ficar presos ao passado Tão pouco livres do presente O Seppuku foi dolorido A força no tanto assistida

mm

Espinhos da vida

Espinhos da vida   Versejar sentimentos Na maioria das vezes Se acredita ser fácil O espinho da rosa machuca Mas não dispersa o seu perfume

mm

Instante de quimera

    Instante de quimera Não se sentir perdido É o verdadeiro propósito Entre aqueles desencontrados Que esperam o ardoroso amor A raposa não ensina