Tempo - Tutiempo.net

Jim Carrey repudia Will Smith por tapa no Oscar: “Deveria ter sido preso”

Jim Carrey e Will Smith

Pai das irmãs Williams também criticou agressão de Will Smith na cerimônia do Oscar. Richard Williams inspirou o protagonista de ‘King Richard’, papel que deu a Smith o prêmio de melhor ator pela primeira vez

O ator Jim Carrey, de 60 anos, repudiou a atitude do ator Will Smith, de 53, na noite do Oscar 2022.

Na ocasião, Smith deu um tapa no apresentador Chris Rock após ele fazer um comentário sobre sua mulher, Jada Pinkett Smith, estar careca. A atriz sofre de alopecia, condição autoimune que faz os pelos do corpo caírem.

Em entrevista ao programa CBS Mornings, Carrey afirmou ter se sentido ‘enojado pela plateia o aplaudindo de pé’.

“Hollywood não tem escrúpulos e tive a sensação que foi uma indicação clara de que não somos mais um clube legal”, disse ele sobre Will Smith ter sido premiado com a estatueta de melhor ator — apenas alguns minutos após a briga.

Jim ainda disse que Smith “deveria ter sido preso”. A apresentadora Gayle King ressaltou que Chris Rock preferiu não abrir um processo contra o astro. “Ele não quis ter o trabalho’, continuou o ator.

“Eu teria avisado pela manhã que iria processar o Will em US$ 200 milhões porque aquele vídeo existirá para sempre e será onipresente. Esse insulto irá durar por muito tempo. Se você quiser gritar algo da plateia ou mostrar que não gostou no Twitter, você não tem o direito de subir no palco e bater no rosto de alguém porque a pessoa disse palavras”.

“Aquilo surgiu do nada porque Will tem algo acontecendo dentro dele que é muito frustrante. Eu desejo o melhor para ele, de verdade. Não tenho nada contra Will Smith, ele já fez coisas incríveis. Mas aquele não foi um bom momento. Você joga um pano sobre um momento especial para todos. Muitas pessoas trabalharam muito para estar ali. E ter o momento de brilhar delas, de receber um prêmio pelo trabalho que fizeram – e não é um trabalho fácil conseguir ser indicado a um Oscar, é preciso muita devoção… Foi um momento muito egoísta que encobriu todo o resto”, finalizou Jim Carrey.

Pai das irmãs Williams
Richard Williams, pai das tenistas Venus e Serena Williams, e que inspirou o papel de Will Smith no filme “King Richard: Criando Campeãs”, também condenou a atitude do ator durante a cerimônia do Oscar.

“Nós não sabemos todos os detalhes sobre tudo o que aconteceu”, disse Williams ao canal de televisão americano NBC News por meio de seu filho Chavoita LeSane. “Mas nós não perdoamos quem bate em outras pessoas, a não ser que seja autodefesa.”

Minutos depois de agredir Rock, Smith ainda subiu novamente ao palco para receber a estatueta de melhor ator por seu papel interpretando Williams. No discurso, ele pediu desculpas à Academia e disse ser um “forte defensor de sua família”, embora não tenha mencionado diretamente o ocorrido com Rock.

O que realmente conteceu pode ter duas versões, do agressor e do agredido. As demais são suposições. Será que serão narradadas com fidelidade ou pela pela defesa de cada um?. Que se entendam. O ato está definitivamente  na história do Oscar.l

cljornal com informações do Brasil e CBS

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS