Tempo - Tutiempo.net

Projeto Ecofolia Solidária transforma o São João da Bahia em uma festa sustentável e inclusiva

Projeto Ecofolia no São João da Bahia

O Governo do Estado da Bahia está demonstrando seu compromisso com a sustentabilidade e a inclusão social ao investir R$ 1,2 milhões no Ecofolia Solidária, um projeto que visa apoiar catadores de materiais recicláveis durante as festividades do São João da Bahia em 2024.

A iniciativa denominada “O Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente” é coordenada pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda e Esporte da Bahia (Setre), em colaboração com as secretarias estaduais do Meio Ambiente (Sema) e Desenvolvimento Urbano (Sedur).

A coleta seletiva e a reciclagem de resíduos durante as festividades juninas em Salvador e em mais três municípios do estado trazem benefícios para o meio ambiente e para a comunidade.

Segundo Júlio Santana, coordenador de Inovação e Fomento à Economia Solidária da Setre, essa prática contribui para a preservação ambiental e gera impactos positivos na sociedade.

“Nós estruturamos as centrais de catadores que são geridas por cooperativas. Hoje, no terceiro ano, são doze cooperativas que estão atuando aqui, no Parque de Exposição, Pelourinho, Paripe e outras três cidades do interior.

Durante a gestão dessas centrais, os catadores se cadastram e saem para recolher os resíduos sólidos. Esses materiais voltam para centrais, são comercializados por um preço justo. Depois, são separados, passam por uma triagem e são vendidos pelas cooperativas.

Portanto, é uma ação socioambiental que, além de gerar ocupação e renda para os catadores, também evita que os materiais vão para aterros, mares e rios”, explicou.

No Parque de Exposições, as cooperativas se integram para beneficiar catadores autônomos e cooperados que recebem Equipamentos de Proteção individual (EPIs) como botas, luvas e fardamento. Também contam com refeições e valor justo na venda dos reciclados.

Com informações da Secom

OUTRAS NOTÍCIAS