Carlos Lima
Hoje dia 20/07/2018 às 12:41:07

Blog Carlos Lima
Carlos Lima | Publicado em 20/06/2018 às 15:17:24

Não ame-o, deixe-o, ele não lhe pertence mais

Não ame-o, deixe-o, ele não lhe pertence mais

Na segunda feira Gerinaldo falou de uma pesquisa em que mais de 60 % dos jovens brasileiros desejam sair do país.

A pesquisa foi realizada pelo  Datafolha mostrando o quanto a juventude perdeu a esperança não só no país mas também na possibilidade de construir o seu futuro no Brasil.

62% dos jovens brasileiros disseram se pudessem deixariam o país.

Fomos forçados  a ‘matutar’ essa posição e quais seriam os principais motivos para uma decisão tão drástica.

Em primeiro momento não seria a educação: tida praticamente por todas as pessoas como sendo o caminho para uma vida com mais conforto e prosperidade e o governo Temer ter realizado inúmeros cortes nos últimos anos, como; – “redução sistemática de recursos para programas como o Fies (que passou a ser feito pelos bancos privados, com mais exigências, excluindo jovens pobres por falta de fiador), o Prouni, Pronatec e Ciência sem Fronteiras, este último programa desapareceu, sem falar na retirada de mais de R$ 3,4 bi das universidades federais e a redução, pela primeira vez na história, de verbas para o Fundeb, que financia a educação básica.”

Essa área de educação é de interesse prioritário entre os jovens. Além do mais a cultura e o esporte também foram duramente afetadas.

Somente em 2017, 43% das verbas destinadas à cultura foram contingenciadas e os pontos de cultura literalmente escasseou  enquanto no esporte, programas como o Bolsa Atleta e até a destinação de parte dos recursos provenientes do lucro com as loterias, historicamente utilizados para financiar o esporte de alto rendimento, sofreram injustificável redução.

A violência também contribui para o aumento desse sentimento, crescente entre os jovens, de não mais pertencer a uma nação.

O país está entre os mais perigosos do mundo.

A morte por violência no país é até 30 vezes maior do que nos países da União Europeia.

As informações estão contidas no Atlas da Violência de 2018 e os jovens são as maiores vítimas de homicídios.

O país tem um governante desmoralizado, acusado de corrupção e salvo por um congresso vendido e corrupto.

Passei acreditar que esse sentimento de desolação é também fruto de uma desconstrução ideológica e da construção de uma ideologia fascista.

Da entrega de nossas riquezas e da soberania da pátria ao capital estrangeiro, principalmente ao norte americano.

É preciso dar uma guinada no país, reconstruindo a pátria enquanto nação independente e soberana.

Caso contrário, continuaremos perdendo nossos jovens  para a criminalidade e para o mundo.

Só falta Temer modificar a frase amplamente divulgada durante o de força  que dizia: Ame-o ou deixe-o. e  faça a confirmação que todos já tem certeza dizendo:

Não ame-o, deixe-o, ele não lhe pertence mais.

CL

Comentários

comentários

Veja também