Carlos Lima
Hoje dia 24/04/2019 às 09:10:36

Blog Carlos Lima
Carlos Lima | Publicado em 02/03/2019 às 10:09:56

O MITO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL EM FEIRA DE SANTANA

O MITO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL EM FEIRA DE SANTANA Secretaria Desenvolvimento social é um apêndice na gestão do governo municipal

É inconcebível o que se identifica nas ruas de Feira de Santana referente ao abandono social provoca pela presença  de famílias praticando a mendicância em estabelecimentos púbicos. A exemplo do que vivenciei neste sábado (2), ao dirigir-me a agência da Caixa Econômica situada na Avenida Getúlio Vargas, nas proximidades  da Praça de Alimentação.

Dirigindo-me ao caixa eletrônico da agência, no interior da mesma, deparei-me com duas famílias fazendo mendicância.

Forram o chão e montaram acampamento, uma dessas famílias a matriarca estava gestante e com cinco filhos, e aos gritos tenta controlá-los. Do lado oposto a mãe estava com mais três crianças.

Diante desse quadro estarrecedor, os usuários estavam constrangidos com a situação, com o assédio e o barulho provocado pelas crianças, que também se movimentavam no interior do ambiente.

É bem verdade que a Prefeitura não tem responsabilidades sobre o que ocorre no interior da agência bancária estatal, entretanto o quadro é reflexo da ausência de uma política de assistência social a famílias carentes.

A Caixa econômica que visa apenas os resultados lucros financeiros , reduz substancialmente os investimentos na qualidade de atendimento e permite que suas agências sejam invadidas, principalmente  na área de caixas eletrônicos,m por mendigos, quando deveria dispor de segurança mesmo nos finais de semana.

A responsabilidade do pode executivo se restringe a falta de uma política social voltada especificamente volta para esse setor.

A ausência e omissão da Secretaria de Assistência Social se torna patente.

Como justificar o custo operacional dessa secretaria se ela é de atuação pífia. Feira de Santana está com uma população surpreendentemente alta em relação ao numero crescente de mendigos, vindos até de outras regiões do estado e até mesmo fora dele.

Esse quadro tende a se agravar se nada for feito para uma redefinição do modelo da politica social existente. Se for para continuar como está o mais viável para o município seria transformar essa secretaria em um departamento.

Carlos Lima

 

Comentários

comentários

Veja também