Carlos Lima
Hoje dia 20/10/2019 às 09:52:50

Esportes
Carlos Lima | Publicado em 03/10/2019 às 08:54:51

Flamengo se impõe na Arena e dá passo rumo ao sonho da final.

Flamengo se impõe na Arena e dá passo rumo ao sonho da final. Jogadores do Flamengo. Foto: REUTERS/Sergio Moraes

A superioridade do Flamengo no empate em 1 a 1 com o Grêmio, quarta-feira, em Porto Alegre, pode ter deixado uma ponta de frustração nos rubro-negros, que viram o time ter três gols anulados. O desempenho fora de casa, no entanto, tem que ser motivo de orgulho e ainda mais confiança para a torcida. A equipe conquistou a vantagem e deu um passo importante para chegar na final da Libertadores.

Foi uma atuação com a cara do Flamengo de Jorge Jesus. O time não se intimidou com o Grêmio na Arena lotada e fez seu jogo. Encurralou o adversário e fez prevalecer a qualidade técnica de seus principais jogadores. O lance do gol foi um bom exemplo. Foram 18 trocas de passe até a cabeçada certeira de Bruno Henrique. Curiosamente, apenas Gabigol não tocou na bola.

– Se o futebol fosse patinação artística, teria “nota artística” e seria uma goleada. Mas não é. O Flamengo fez uma partida extraordinária. Foi melhor em todos os aspectos e merecia a vitória. Tivemos muita posse de bola. Fizemos quatro (gols), só valeu um. Revi e não sei como o árbitro anulou o do Gabigol – disse Jorge Jesus.

No primeiro gol anulado, marcado por Everton Ribeiro, o árbitro viu falta de Gabigol em Kannemann. No segundo e no terceiro, marcados por Gabigol, houve a marcação de impedimento.

Volantes se destacam; Rafinha vai bem na marcação de Everton

Alguns jogadores mantiveram o alto nível de exibição. Destaque para os volantes Arão e Gerson, que comandaram o meio de campo. Diego Alves foi muito bem quando exigido. Bruno Henrique, assim como nas quartas de final, foi decisivo. Rafinha teve uma participação muito importante: conseguiu fazer bem a marcação em Everton, a principal arma gremista.

– Conseguimos anular algumas jogadas individuais (de Cebolinha), porque não teve espaço para criar – disse Jesus.

O Grêmio teve apenas dez minutos de domínio durante toda a partida, no segundo tempo. O gol da equipe gaúcha foi o ponto fora da curva no bom desempenho do Flamengo.

O lance inicia quando Filipe Luís fica caído no campo após uma entorse no joelho. Na sequência, Everton Ribeiro perde a bola e o Grêmio chega ao ataque. Maicon encontra Cebolinha no espaço deixado por Filipe Luís, e ele cruza para Pepê marcar.

Diante da superioridade do Flamengo, o resultado acabou sendo até satisfatório para o Grêmio. As equipes têm um novo encontro no dia 23 de outubro, desta vez no Maracanã lotado. Quem passar decide o título da Libertadores no dia 23 de novembro, em Santiago, com o vencedor do confronto River Plate x Boca Juniors.

 Fred Huber

Comentários

comentários

Veja também