Carlos Lima
Hoje dia 20/07/2019 às 13:56:29

Feira
Carlos Lima | Publicado em 06/03/2019 às 10:07:08

Micareta o Carnaval de Abril que o Brasil não Viu

Micareta o Carnaval de Abril que o Brasil não Viu

O município de Feira de Santana é conhecido como iminentemente uma economia calcada no comércio, dessa forma o seu funcionamento deveria obedecer um rito que estimulasse e atendesse as necessidades estruturais na área comercial do município e região.

Na contramão da história o processo ocorre de forma inversa.

Não realizamos o carnaval no seu período tradicional, entretanto os governantes obedecem o rito referente aos feriados carnavalesco, os resultados são visíveis no que concerne a prejuízos para o comercio local, provocando também o desmonte parcial dos festejos micatretesco que ocorrem durante o mês de abril.

Feira de Santana perde durante o carnaval dois dias e meio, (segunda-feira, terça-feira e a manhã de quarta feira de cinzas, quando o comércio só funciona meio período.

Outro problema enfrentado pela população feirense tem sido a redução do efetivo policial no município, pelo deslocamento para a capital,  fragilizando uma segurança já deficitária.

A Micareta é considerada como  uma festa noturna e tal programação vem sendo questionada há muito tempo pelos foliões , imprensa  e  as autoridades municipais fazem questão de não enxergar os verdadeiros motivos.

Enquanto o município não tem nenhuma participação no carnaval, aqui na terra de Luas da Feira, o poder público decreta feriado na segunda- feira de carnaval, cumpre o feriado nacional das Terça, e ponto facultativo na quarta -feira de cinzas.

Na Micareta que se inicia em uma quinta-feira, se estendendo até domingo, não existe nenhum feriado ou ponto facultativo nos dois primeiros dias dos festejos momescos. No sábado pela manhã o comércio tem a liberdade de funcionar ou não no período da manhã.

Pergunta-se: como o folião pode participar da festa, durante o dia,  se ele está cumprindo horário de trabalhando?

Outro problema a ser considerado é que ao longo dos anos o local para realização da festa sofre alternâncias de  espaço e inúmeras críticas são realizadas.

O tempo já se tornou suficientemente eficaz para que os gestores promovessem as mudança adequadas com a criação de um espaço definitivo e apropriado para esse tipo de festejo.

Outro ponto que depões contra a Micareta é a intenção de se manter uma tradição, por causa de um slogan que afirma ser a MICARETA O  CARNAVAL DE ABRIL QUE SACODE O BRASIL, na verdade não consegue sacudir nem a macrorregião de Feira de Santana.

Primeiro porque nossa região não tem características turísticas mais acentuadas, segundo a festa acontece fora de todos os calendários de férias que obedece o período de dezembro a fevereiro.

Confirmando o velho adágio de que o Brasil só começa a funcionar depois do carnaval. Dessa forma nós colocamos fora da realidade, estamos trafegando na contramão da história.

Carlos Lima

Comentários

comentários

Veja também