Secretaria de Saúde justifica erro de forma aparentemente leviana/por Carlos Lima

Informação da Divisão de Vigilância Epidemiológica, publicada na segunda-feira (30), tem a finalidade de mascarar erro gravíssimo cometido pela Secretaria de Saúde do município de Feira de Santana no incidente ocorrido com um paciente infectado pelo coronavírus em regime de isolamento residencial, no último domingo (29).

A Divisão passou a seguinte informação: “O idoso que esteve infectado pelo coronavírus e foi visto no domingo (29) circulando pela área da feira livre do bairro Estação Nova, já tinha sido examinado novamente, sendo negativo o resultado para o cCovid-19, após ter cumprido 16 dias de isolamento domiciliar”.

Completando a informação, salientou que: “O resultado negativo do teste para ver se ele ainda estava infectado saiu justamente no domingo e o idoso, naquela altura, já se encontrava apto a deixar o rigoroso isolamento, podendo sair de casa para comprar alimentos, por exemplo”.

A informação mais parece uma tentativa de justificar o grave erro cometido pela Secretaria Municipal de Saúde e divulgado nesse site, com exclusividade, conforme matéria intitulada, “Secretaria de Saúde comete falha que pode ser fatal” /por Carlos Lima.

Devido ao grau de importância da cura do covid-19 no município, o comportamento da Divisão de Vigilância Epidemiológica, deixa transparecer que estão tentando neutralizar o ato de extrema irresponsabilidade, que pode provocar a disseminação do vírus com mais velocidade entre os feirenses.

A Secretaria de Saúde ao longo dessa gestão mantém uma nefasta prática de desconstruir denúncias sobre o péssimo atendimento, erros fatais, falta de medicamentos, atitudes antiéticas de alguns profissionais de saúde, e outros, que são registrados pela imprensa, pacientes e usuários do sistema de saúde municipal.

O exemplo vem do próprio gestor. No caso da Operação Pityocampa, os envolvidos pelo desvio de milhares de reais da saúde em Feira de Santana, foram inocentados publicamente pelo prefeito que os manteve nos cargos e dias depois os bens dos denunciados foram bloqueados pela justiça.

Que tipo de acompanhamento está sendo exercido aos infectados em isolamento domiciliar?

Quando o material foi coletado no idoso infectado, para a realização do seu último exame?

Será que foi de madrugada? Onde os gatos são praticamente invisíveis?

Durante o dia não sabemos. Tivemos informações de moradores da área, que nenhuma viatura ou ambulância da Secretaria de Saúde foi vista na residência do infectado, nem profissionais de saúde paramentados com o kit segurança contra o vírus, entrando ou saindo da residência do idoso.

Seria importante que a secretária de Saúde apresentasse esclarecimentos mais técnicos sobre os exames realizados que confirmaram a cura do infectado.

Como e quando o material a ser examinado foi recolhido?
Se o idoso ao sair de casa no domingo tinha conhecimento de sua cura?

Qual o horário da chegada dos resultados no domingo (29), conforme divulgado na segunda feira pela Divisão de Vigilância Epidemiológica?

Porque não deram publicidade imediata da cura do idoso se o fato é de importância vital para sociedade, inclusive elevando as esperanças?

Porque a publicação de uma nota que mais parece uma tentativa de esconder a verdade, do que a cura de um infectado pelo covid-19?

A publicação é de uma pobreza informativa e redacional que faz pena.

Segundo informações do paciente ele saiu do isolamento porque não aguentava ficar em casa e resolveu ir à feirinha da Estação Nova par comprar alimentos.

O fato deixa transparecer que ele não aguardava o resultado de exame feito recentemente.

Com tantos pontos sem os devidos esclarecimentos e o histórico duvidoso da Secretaria de Saúde, como podemos acreditar na lisura dessa informação?

Confirmando que esse exame tenha acontecido, o erro aconteceu e continua sendo imperdoável. E se o resultado fosse outro, o que teriam a dizer?

Infelizmente, as ações da Secretaria Municipal de Saúde não possuem a credibilidade que deveria ter.

Carlos Lima

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

OUTRAS NOTÍCIAS