Carlos Lima
Hoje dia 19/08/2018 às 07:34:33

Internacional
Carlos Lima | Publicado em 18/04/2018 às 09:13:30

Polícia anuncia evacuação em Berlim para desativar bomba da II Guerra Mundial

Polícia anuncia evacuação em Berlim para desativar bomba da II Guerra Mundial A descoberta de uma bomba da Segunda Guerra Mundial levará a uma evacuação em massa no entorno da estação de trem de Berlim

O centro de Berlim será o cenário de uma grande operação de evacuação na sexta-feira para desativar uma bomba da Segunda Guerra Mundial encontrada em uma obra próxima da estação central de trens, anunciou a polícia da capital da Alemanha.

A estação central, os ministérios da Economia e dos Transportes, as embaixadas, o hospital do exército alemão e a sede do Serviço Federal de Inteligência (BND) serão evacuados, informou um porta-voz da polícia, que não revelou quantas pessoas serão afetadas pela medida.

Todos os edifícios num raio de 800 metros em volta da estação têm de ser evacuados durante a manhã, por precaução, precisou a polícia no Twitter.

Mais de 70 anos depois do fim da II Guerra Mundial continua a ser frequente a descoberta de bombas não detonadas quando são feitas obras, muitas das quais obrigam à evacuação de edifícios próximos.

No passado dia 13 de março, as autoridades da cidade italiana de Fano, na região de Las Marcas, procederam à retirada de 23 mil habitantes do centro histórico, depois de ser encontrada uma bomba da Segunda Guerra Mundial também durante umas obras em curso. A área afetada pela medida foi, essencialmente, o centro histórico desta cidade, localizada na costa italiana do Mar Adriático.

A bomba, localizada na praia, foi extraída do local onde foi encontrada e entregue aos técnicos da Marinha. Segundo a imprensa local, citada pela agência Efe, a bomba foi acidentalmente ativada depois de ser encontrada durante obras que estavam a decorrer e podia explodir. Tratava-se de uma bomba de fabrico britânico, lançada de um avião durante a Segunda Guerra Mundial, que pesava cerca de 225 quilos.

AFP

Comentários

comentários

Veja também