Carlos Lima
Hoje dia 22/05/2019 às 08:35:36

Política
Carlos Lima | Publicado em 23/04/2019 às 09:05:17

Governo federal está em autocombustão

Governo federal está em autocombustão O fim se aproxima

O que é o delegado Waldir?

Tecnicamente, é o líder da supostamente poderosa bancada do PSL, partido do presidente, na Câmara.

Ou seja, uma espécie de líder do governo, no mínimo um homem de confiança do Planalto.

Ele voltou a afirmar em entrevistas no rádio o que já havia dito aos jornais: o governo (ao qual em tese pertence) não tem base no Congresso, “o PSL tem feito sua parte mas não tem culpa se o Onyx (Lorenzoni) não criou a base”.

Nem um líder de oposição faria melhor.

O que é Carlos Bolsonaro?

No último fim de semana, postou no YouTube do pai vídeo com falas de Olavo de Carvalho desancando mais uma vez os militares em tom jocoso, referindo-se a cabelos pintados e vozes empostadas.

O filho 02 deve ter levado um raro puxão de orelhas, pois retirou o vídeo e, no domingo, iniciaria nova fase, “longe de todos que de perto nada fazem a não ser para si mesmos”, concluindo:

“Quem sou eu nesse monte de gente estrelada?”.autocombustão

O que é Olavo de Carvalho jamais saberemos ao certo, mas o que é o ministro chefe da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, começamos a saber.

Parece um sujeito sensato, sobretudo se comparado ao restante do governo, naquela linha de que “em terra de cego, quem tem olho é rei”.

No entanto, até o general equilibrado também perde a paciência.

Também amanheceu na segunda mandando recados – e com sua razão.

Em entrevista ao Globo em que aparentemente o tema principal é a ameaça de greve dos caminhoneiros, lançou críticas ao “fanatismo” da ala ideológica do governo, a olavista, sem mencionar nomes.

“Quando você fanatiza, perde qualquer capacidade de análise”, disse, concluindo que “você tem os fanáticos que acham que podem influenciar de maneira radical, e aí atrapalham tudo”.

Esse é o conjunto da obra da segunda-feira de uma semana que, em tese, o governo deveria estar unido trabalhando por sua principal meta da semana, que é tirar a PEC da Previdência, que já tramita há dois meses, da CCJ da Câmara.

Pode ser até que consiga, depois de ceder e tirar pontos do texto.

Nesse clima de tiroteio interno, porém, corre o risco de não conseguir mais nada.

Quando descobrirmos o que é esse governo, talvez tenha sobrado pouco dele.

Helena Chagas

Comentários

comentários

Veja também