Brasil já exportou quase 60 milhões de Ton de soja para a China em 2020

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Exportação de Soja

Entretanto, é impossível o país quebrar o recorde de vendas para a China de 2018, já que resta pouca soja em grão à disposição

O Brasil exportou 59,5 milhões de toneladas de soja em grão para a China de janeiro a outubro de 2020.

Isso representa um aumento de 18% se comparado ao mesmo período de 2019, quando havia embarcado 50,4 milhões de toneladas para os asiáticos.

O destaque é que, pela primeira vez no ano, os volumes acumulados em 2020 são inferiores aos registrados em 2018 para esse mesmo destino (59,9 milhões de toneladas). As informações são do Ministério da Economia.

Ao todo, o país exportou de janeiro a outubro mais de 81,4 milhões de toneladas de soja para o mundo, dos quais 73% foram para a China.

Em 2019, no mesmo período, a participação chinesa nas compras de soja em grão do Brasil era de 76,5%. E, em 2018, o Brasil tinha vendido 80,6% de toda a soja para os chineses.

Isso mostra que o Brasil diminuiu, pelo menos um pouco, a dependência daquele mercado.

Vale destacar que para este ano a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) prevê um total de exportações brasileiras de soja da ordem de 82,7 milhões de toneladas.

Ou seja, restariam apenas 1,3 milhão de toneladas de soja para vender ao mundo em novembro e dezembro de 2020.

Conab prevê que Brasil pode exportar até 85 milhões de toneladas de soja em 2021.

Brasil pode bater recorde de exportação e processamento de soja em 2021.

Sendo assim, como não há mais soja à disposição, dificilmente o Brasil baterá o recorde de embarques totais de 2018.

Muito menos conseguirá bater o recorde de vendas de soja para a China, que naquele ano somou 68,5 milhões de toneladas.

Outros países

No acumulado de 2020, o segundo país que mais comprou soja do Brasil foi a Espanha, com 2,182 milhões de toneladas; seguida pelos Países Baixos, com 1,737 milhão de toneladas; depois a Tailândia, com 1,692 milhão de toneladas; Irã, com 1,545 milhão de toneladas; e, para fechar a Turquia, com 1,299 milhão de toneladas.

Soja Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS