Confusão: Família vela por 14 horas um corpo que não era de filho

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Uma família descobriu, após velar um corpo por 14 horas, que o parente, supostamente morto, na verdade estava vivo. O jovem apareceu no velório para saber o que estava acontecendo. Mesmo com o caixão aberto, nenhum parente desconfiou que se tratava do corpo de uma outra pessoa.

 

O caso ocorreu em Mirassol (SP), nesta quinta-feira (15). O corpo do jovem Lucas Guilherme de Casemiro, 18, foi velado como se fosse Everton dos Santos, 23. Nenhum dos familiares percebeu que não era o corpo de Santos no caixão. A verdadeira vítima não era da cidade e estava a passeio para visitar a mãe. Sem documentos, houve dificuldade na identificação e, em estado de choque, suposto pai reconheceu errado o corpo.

 

Adauto Dos Santos, pai do “suposto morto”,  levou um susto quando viu o filho, que ele estava velando, parado na porta do local. “Foi um espanto. Quando a mãe dele viu ele começou a chorar e não estava acreditando. Aí ele disse ‘ué, mãe, não está me reconhecendo’. Foi um susto muito grande”, comenta Santos.

 

O corpo foi encontrado em uma rua do centro pelo Corpo de Bombeiros. O pai foi quem reconheceu o corpo do filho de 23 anos no IML .Ele conta que, usuário de drogas, nos últimos meses o filho vivia nas ruas. “Com a cabeça meio aérea, olhei e falei que era ele. Eu estava meio em choque e não me dei conta do erro”, conta Santos.

 

O que mais chama a atenção é que durante as 14 horas de velório, o caixão permaneceu aberto e nenhum parente desconfiou que se tratava do corpo de uma outra pessoa. Somente depois que duas conhecidas da família chegaram ao local e falaram que tinham acabado de ver o jovem na cidade foi que o velório foi interrompido.

 

O corpo foi encaminhado para Getulina (SP), cidade natal do jovem. O velório aconteceu na manhã desta sexta-feira (17). Lucas teria tido um mal súbito, mas a família questiona essa informação. Por isso foi feito um exame toxicológico pra saber a verdadeira causa da morte.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Redação, com informações do G1

OUTRAS NOTÍCIAS