Tempo - Tutiempo.net

Bolsonaro está moribundo e apresenta estertores em seu leito político de morte/ Por Sérgio Jones

O desespero associado com a derrota política, que se avizinha de forma inevitável do Coisa Ruim, Jair Bolsonaro. Ficou evidenciado neste sábado (26), quando o Partido Liberal (PL), atual legenda do presidente foi ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o Lollapalooza acusando o festival de propaganda eleitoral ilegal a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O texto cita manifestação realizadas pelos artistas como Pabllo Vittar e Marina Diamandis contra Bolsonaro e a favor de Lula durante suas apresentações no festival, realizado em São Paulo.

“A manifestação política realizada em evento de responsabilidade da representada fere inúmeros dispositivos legais”.

O curioso é que os advogados do partido se refere ao ato como uma coisa irregular e como suposta manifestação política.

Entretanto, O Coisa Ruim participou neste domingo (27), do que ele mesmo denominou como “lançamento de sua pré-candidatura”. Contrariando a legislação eleitoral que veda lançamento de pré-candidatura antes da data de 16 de agosto.

O que fica registrado, em todo esse patético desgoverno, é que o genocida está em queda livre. Diante da iminente derrota, ele ainda tenta de maneira canhestra oferecer algum tipo resistência.

Caso que se assimila, em muito, com comportamento típico do sujeito que está com doença grave e agoniza em seu leito de morte.

Antes de empreender a grande viagem apresenta estertores de uma aparente melhora, antes de desencarnar..

Para a felicidade geral da nação e do povo brasileiro, Bolsonaro (O Coisa Ruim) não foi o sol e nem uma noite sem fim, nem um sonho.

Mas um verdadeiro pesadelo que não estava escrito nas estrelas. É melhor o gado “Jair” se acostumando com a ideia de que o futuro do Coisa Ruim e toda a sua famílicia, conforme comentários e esperanças demonstradas pelo brasileiro, é de que em breve eles estarão fazendo um longo e duradouro estágio, no presídio de Bangu.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS