Tempo - Tutiempo.net

Bolsonaro: uma pústula no poder/ Por Sérgio Jones

Metaforicamente podemos interpretar ou entender o termo pústula como algo equivalente a um elemento que tem uma postura e atua como viciado ou doente na sociedade.

Uma espécie que muito bem define o comportamento abjeto adotado pelo presidente genocida, Jair Bolsonaro, elemento corrupto depravado e pervertido.

De acordo com observações feitas pelo advogado criminalista, Augusto de Arruda Botelho, ex-participante do programa Grande Debate, na CNN Brasil, ele vem se utilizando das redes sociais para afirmar a existência de um orçamento secreto criado pelo arremedo de presidente.

O mesmo pode se tornar forte motivo para que se proceda o provável e necessário impedimento deste gestor medíocre.

Segundo o denunciante, para aumentar sua base de apoio no Congresso, o mandatário montou, no final de 2020, um orçamento secreto e paralelo no valor de R$ 3 bilhões em emendas.

O mais revoltante é que parte desses recursos tinha como destinação à aquisição de máquinas e equipamentos que seriam adquiridos com ágios de até 259% acima da referência.

Nada poderia ser mais fatal para o Brasil, em um momento que enfrenta uma pandemia das proporções da Covid-19. Ter no cargo na condição máxima do poder um presidente miliciano, que fez a opção de exercer e manter uma gestão criminosa que está conduzindo a nação e seu povo, para o mais completo caos social. Nunca antes registrado nos anais da nossa triste história.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS