Tempo - Tutiempo.net

Crescimento consistente no desgoverno de Bolsonaro: desmatamento na Amazônia/ Por Sérgio Jones

Fora incendiário entreguista

Crimes, mentiras e as mais variadas modalidades de roubos são praticados impunimente, e até mesmo incentivado pelo desgoverno do presidente genocida Jair Bolsonaro.

Quando o assunto em pauta é crescimento, este acontece mesmo é com relação ao desmatamento criminoso da Floresta Amazônica.

Este ano, segundo levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônica (Ipam) cresceu 56,6% entre Agosto de 2018 e Julho de 2021 com relação aos três anos anteriores.

O período corresponde aos últimos meses do governo do ex-presidente Michel Temer e o mandato do presidente Jair Bolsonaro.

Como já é do conhecimento geral o avanço do desmatamento na Amazônia se deve ao enfraquecimento de órgãos de fiscalização e a impunidade a crimes ambientais, além da redução significativa de ações imediatas de combate e controle de atividades ilegais na região. Todas essas práticas criminosas têm contado com o apoio incondicional e até mesmo incentivo da Besta presidencial.

Levantamentos apontam que mais da metade (51%) do desmatamento ocorreu em terras públicas. Do total, 83% foi em áreas de domínio federal.
Quando se trata de terras indígenas a alta registrada é três vezes superiores as existentes em terras devolutas, No tocante a unidades de conservação, esta sofreu um aumento calculado em torno de 63,7%.

Enquanto a esbórnia continua com a bênçãos de um governo insano e comandado por uma pessoa visivelmente portador de distúrbio mental.

Pesquisadores defendem a urgente elaboração de estratégias regionais integradas aos planos estaduais de prevenção e controle do desmatamento, além da priorização de investigações sobre crimes ambientais.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS