Em editoriais, imprensa estrangeira se coloca contra impeachment no Brasil

Verdadeiro Furdunço oposicionista

A imprensa internacional tem se colocado fortemente contrária à ideia de um impeachment no Brasil desde o início da crise política do segundo mandato de Dilma Rousseff.

Ao longo dos últimos meses, não foram raras as reportagens e análises internacionais que apontam que o caminho da retirada da presidente, do ponto de vista internacional, seria um erro.

Nesta semana, logo após o terceiro grande protesto nacional contra a presidente, alguns dos principais veículos da mídia estrangeira publicaram editoriais e entrevistas analíticas em que indicam que o Brasil vem passando, sim, por sérios problemas políticos e econômicos.

No entanto, reiteram a necessidade da manutenção da ordem institucional no país e indicam que faltam alternativas viáveis ao atual governo.

De uma única vez, New York Times; Financial Times; El País; France Presse,’ além de vários outros veículos publicarem e deixarem bem claro e evidente o olhar estrangeiro contrário ao impeachment no Brasil.

Daniel Buarque

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS