Tempo - Tutiempo.net

EUA querem conter estouro da boiada bolsonarista/ Por Sérgio Jones

Forças Armadas sob controle civil

Diante da insensatez política em que o Brasil foi tomado com a ascensão do presidente genocida Jair Bolsonaro (PL), o povo amarga e convive com uma crise social nunca antes registrada, ao longo dos anais de sua triste e deletéria história.

O descalabro social que assola a nação tanto internamente como externamente fez com que o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, nesta terça-feira (26) alertasse sobre a necessidade de os militares estarem sob firme controle civil.

A observação foi feita durante realização de uma conferência entre autoridades de Defesa das Américas no Brasil, onde a lealdade das Forças Armadas à Constituição tornou-se questão central antes das eleições presidenciais de outubro.

Os comentários do secretário procedem diante das seguidas declarações de Bolsonaro se referindo ao Exército brasileiro como “meu Exército”, chegando a afirmar que “tenho as Forças Armadas ao meu lado”.

Como já se tornou rotineiro, no desgoverno da besta presidencial, espalhar publicamente dúvidas e incertezas recheadas de sobre o sistema eleitoral brasileiro, já se tornaram rotineiras.

“A dissuasão crível exige Forças Armadas e forças de segurança que esteja preparada, capacitadas e sob firme controle civil”, disse Austin durante o evento realizado em Brasília.

“Quanto mais aprofundarmos nossas democracias, mais aprofundaremos nossa segurança.”

O recado está dado, os militares brasileiros têm que forçosamente cumprir com o que determina a constituição e permanecerem sobre o firme controle civil e ponto final, não há espaço para tergiversações.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS