Tempo - Tutiempo.net

Quem é o general fujão? /Por Sérgio Jones

O General Fujão

Como já se tornou do conhecimento geral da nação brasileira, o general fujão e ex-ministro da saúde, Eduardo Pazuello, procurando escapar de suas responsabilidades, se é que ele já teve alguma ao longo de sua deplorável vida, resolveu evadir-se do encontro que teria nesta quarta-feira (5), ao deixar de comparecer à reunião da CPI da Covid-19.

O frágil e patético argumento utilizado por ele, para o seu não comparecimento, foi de que teve contato recente com pessoas que contraíram a COVID-19. Tal argumento seria risível, se não fosse trágico.

O que coloca o seu poder de criatividade em cheque.

Diante da situação inusitada que já se tornou uma constante e habitual prática no desgoverno negacionista e genocida do presidente Jair Bolsonaro.

O Presidente da CPI senador Omar Aziz (PSD-AM) decidiu então que aguardaria 14 dias para que o depoimento do general “arregão” ocorra de forma presencial.

O presidente do colegiado rejeitou a possibilidade do depoimento do ex-ministro ocorra de forma virtual. Sob a alegação, justa, de que tal possibilidade poderia implicar em subterfúgios do tipo que o link caiu.

O general do Exército comandou o Ministério da Saúde entre maio de 2020 e março de 2021. Por isso mesmo, o seu depoimento é importante e um dos mais aguardados da CPI.

A artimanha para ganhar tempo, alertam os entendidos, em nada vai beneficia-lo. Se tiver culpa no cartório e posso adiantar, sem medo de errar, que tem. Se ele ajoelhou diante dos crimes de responsabilidades cometidos pelo insano presidente, vai ter que rezar.

Sérgio Jones, jornalista (sergiojones@live.com)

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS