Tempo - Tutiempo.net

Temer recua do veto: sua palavra derrete mais rápido do que sorvete

Fraco, flácido, insustentável

Henrique Meirelles não resistiu ao segundo round, hoje, com Michel Temer, e o ocupante do Planalto pôde, mais uma vez, tomar uma atitude típica de sua natureza firme e decidida.

Recuou.

Não vai mais vetar o pacote de ajuda financeira aos estados, mas deixará de fora das regras da lei  e não concederá moratória a governos em calamidade, como Rio, RS e MG.

Genial, claro.

Onde é mais preciso, não se faz, o se faz com imposições que os governantes não têm outra forma de impor senão com a PM. Isso se a PM ainda lhes obedecer.

Mas é bom andar bem rápido, porque o Estadão lista hoje 12 estados que confessam que não têm dinheiro para fechar 2017 e diz que o resto está em dúvida.

E nem colocou na lista o Rio Grande do Sul, onde o Governador José Ivo Satori parcelou o 13° dos servidores de 2016 em 12 suaves prestações a serem pagas ao longo do ano que vem.

Meirelles caiu no conto da palavra de Temer, que se derrete mais rápido que um pote de Haagen Dazs ao sol.

Fernando Brito

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS