Dieese aponta que salário mínimo de agosto deveria ter sido de R$ 2.685,47

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Segundo estudo divulgado nesta quarta-feira (4) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo do trabalhador brasileiro deveria ter sido de R$ 2.685,47 em agosto para atender a todas as suas necessidades básicas e familiares. A constatação foi feita por meio dos números da Pesquisa Nacional da Cesta Básica do mês passado, realizada pela instituição em 18 capitais do país.

 

Com base nos maiores preços apurados durante o período e levando-se em consideração o preceito constitucional de acordo com o qual o mínimo deve ser suficiente para garantir as despesas familiares com alimentação, moradia, saúde, transportes, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência, o Dieese calculou que a remuneração correta seria 3,96 vezes maior do que o piso vigente no Brasil, de R$ 678.

 

O valor, no entanto, é menor do que o registrado em julho, quando o salário necessário foi estimado em R$ R$ 2.750,83 (4,06 maior em relação ao atual).

 

Fonte: Redação/ Bahia Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS