Geração de empregos formais cai pela metade de 2011 para 2012

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Relação Anual de Informações Sociais (Rais) divulgada nesta sexta-feira (11) pelo Ministério do Trabalho revelou que o país gerou um saldo de 1,148 milhão de empregos em 2012. O resultado é 48,8% menor do que o saldo de 2,242 milhões de empregos gerados em 2011 de acordo com o mesmo levantamento.

 

Com isso, o estoque de emprego no Brasil cresceu, mas com menor intensidade do que em 2011, espelhando o desaquecimento da economia. No ano passado, o total de empregados no país chegou a 47,459 milhões de pessoas, avanço de 2,48% sobre o ano anterior. Já em 2011, o estoque de empregados tinha crescido o dobro: 5,09%. No relatório da Rais, o ministério lembra que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) desacelerou de 2,7% em 2011 para apenas 0,9% em 2012.

O Ministério pondera, ainda, que a elevação do estoque de empregados contribuiu para diminuir a taxa de desemprego para o patamar de 4,6% em dezembro de 2012, recorde de baixa. No ano, a taxa média ficou em 5,5%, também a menor da série histórica.

Fonte: Redação/ Com informações da Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS