Tempo - Tutiempo.net

Grupos da Copa do Mundo definidos: veja os adversários de Brasil e Portugal

Grupos, Copa 2022

Cabeças de chave em seus respectivos grupos, Brasil e Portugal já sabem seus adversários na fase de grupos da Copa do Mundo de 2022, sediada no Catar, entre novembro de dezembro.

No grupo G, o Brasil enfrentará a Sérvia, a Suíça e Camarões. Coincidentemente, os dois primeiros também enfrentaram os brasileiros na fase preliminar da Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

Na ocasião, a seleção canarinha empatou com a Suíça em 1 a 1 e venceu a Sérvia por 2 a 0.

Na chave H, Portugal terá pela frente Gana, Uruguai e a Coreia do Sul.

Na Copa da Rússia, a equipe de Cristiano Ronaldo encarou Espanha, Marrocos e Irã na fase de grupos.

Nas demais chaves para o Catar, chama mais a atenção o grupo E, que tem Espanha, Alemanha, Japão e mais um país, que sairá do confronto da repescagem entre Costa Rica ou Nova Zelândia.

No Grupo A, o país sede Catar enfrentará Equador, Senegal e Holanda.

No B, Inglaterra terá pela frente o Irã, os Estados Unidos e mais um europeu. Este sairá da repescagem das eliminatórias europeias entre País de Gales, Ucrânia e Escócia.

A Argentina jogará contra Arábia Saudita, México e Polônia no grupo C.

No D, França enfrentará Dinamarca, Tunísia e mais uma das seguintes seleções: Emirados Árabes, Austrália ou Peru, que disputam uma vaga na repescagem.

Já o grupo F terá Bélgica, Canadá, Croácia e Marrocos.

A Copa do Mundo do Catar ocorrerá entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro de 2022. Os jogos serão disputados em oito luxuosos estádios, todos construídos para receber o torneio e localizados em cinco cidades diferentes (Doha, Lusail, Al-Wakrah, Al-Khor e Al-Rayyan).

Copa do Mundo 2022: Catar teria usado ex-agente da CIA para espiar FIFA

Um ex-agente da Agência Central de Inteligência (CIA, na sigla em inglês) dos EUA espiou altas autoridades do futebol durante anos trabalhando para o Catar, que no próximo ano sediará a Copa do Mundo, segundo AP.

Visando aumentar as chances para sediar a Copa enfrentando rivais como os EUA e Austrália, o Catar contratou o ex-agente da CIA Kevin Chalker para que espiasse equipes das outras candidaturas e os altos funcionários do futebol que escolheram o vencedor em 2010, conforme AP.

Chalker também trabalhou para o Catar nos anos seguintes para vigiar os críticos do Catar no mundo do futebol, de acordo com uma investigação baseada em entrevistas com seus antigos companheiros, bem como em contratos, faturas, e-mails e uma revisão de documentos comerciais.

Isso é parte de uma tendência na qual ex-agentes da inteligência norte-americana trabalham para governos estrangeiros “com situação dos direitos humanos duvidosa”, o que preocupa muito os funcionários em Washington.

Catar 2022.

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS