Joel Santana está fora do comando do Bahia

Pouco mais de um mês após seu retorno ao comando do Bahia, Joel Santana perdeu o cargo na manhã desta segunda-feira (13), após reunião com a direção do clube. Antes dele, o gestor de futebol Paulo Angioni já havia pedido o boné após a goleada sofrida para o arquirrival Vitória, por 7 a 3, na primeira partida decisiva da final do Baianão 2013, na Arena Fonte Nova. A diretoria ainda deve demitir outros membros da comissão técnica e dispensar jogadores.

Joel Santana chegou ao clube após outra goleada no clássico: o 5 a 1 na inauguração da Arena Fonte Nova diante do mesmo Vitória. Ele substituiu Jorginho e foi contratado sem o aval da torcida, que não esquece o episódio da “Sardinha” e também a forma como o treinador deixou o clube no início de 2012. Com sete jogos à frente do Bahia, sofreu duas derrotas, ganhou duas partidas e empatou três vezes (contra o Luverdense-MT, pela Copa do Brasil, o auxiliar Eduardo Barroca comandou o time). Renato Gaúcho e Cristóvão Borges são cotados para assumir a vaga de Joel.

Após a goleada de domingo, torcedores da organizada Bamor foram ao Fazendão protestar e só saíram depois que entregaram uma lista de exigências à PM, que prometeu entregar para direção do Bahia. Entre as reivindicações, saída do presidente Marcelo Guimarães Filho, eleições diretas, plano de sócios com direito a voto, reestruturação do marketing e destituição do conselho deliberativo. Os torcedores também elaboraram uma lista de jogadores a serem dispensados: Titi, Danny Morais, Neto, Zé Roberto, Souza, Marcelo Lomba, Hélder e Toró.

Fonte: Redação / IBahia

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

OUTRAS NOTÍCIAS